Category

Biografias

Inês Pereira

Drª. Inês Pereira,
licenciada em Biologia pela Universidade de Lisboa e mestre em Biologia da Conservação pela Universidade de Évora. Já realizou trabalhos na área da conservação da natureza com centros de recuperação de animais selvagens, SPEA e EVOA. Atualmente colabora com a divisão de Ambiente da Câmara Municipal de Valongo em diversos projetos.

Paula Gonçalves

Drª. Paula Gonçalves,
licenciada em Geologia (Universidade do Porto) e Mestre em Geologia – Património Geológico (Universidade do Porto). Colaborou como geóloga com entidades como o Parque Biológico de Gaia e o Geoparque Litoral Viana do Castelo. Atualmente colabora com a divisão de Ambiente da Câmara Municipal de Valongo em diversos projetos na área da Geologia e Educação Ambiental.

Ana Cardoso

 

Ana Cardoso – Município de Matosinhos

Técnica Superior na Divisão de Monitorização Ambiental da Câmara Municipal de Matosinhos.  Formada em Engenharia do Ambiente pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e trabalho nas questões ambientais desde 2015.

Nuno Salvador

 

Nuno Salvador – Município de Pombal

Nuno Salvador, nasceu em Leiria em 1978. Licenciou-se em Engenharia Informática em 2003, na Escola Superior de Tecnologias e Gestão de Leiria, do Politécnico de Leiria. Em janeiro de 2009, concluiu o Mestrado em Informática, na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. Em setembro de 2017, concluiu o curso de Pós-graduação em Informática de Segurança e Computação Forense.

Iniciou a sua atividade profissional em 2002 no Município de Pombal, onde implementou diversos projetos de modernização Administrativa, premiados por entidades públicas e privadas. Em 2011, iniciou a sua carreira como Chefe de Divisão de Informática, liderando equipas e projetos de transformação digital.

É formador em várias empresas privadas, nas áreas das tecnologias de informação.

Paralelamente, iniciou a atividade de docência na ESTG, inicialmente num primeiro período de 2009 a 2011, e posteriormente num segundo período desde 2017 até aos dias de hoje, onde leciona unidades curriculares de Sistemas de Informação na Administração Pública (1º ano e Mestrado) do curso de Administração Pública e também Tópicos de Segurança do curso TESP de Programação de Sistemas de Informação.

Em 2022 obteve o Título de Especialista de Informática na área das Ciências Informáticas.

Cecília Delgado

 

Cecília Delgado

Cecília Delgado é urbanista e investigadora (Pós-Doutorada) em Políticas Públicas, na articulação entre o Ordenamento Territorial, Sistemas Alimentares Urbanos e o Desenvolvimento Local.
É investigadora na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e afiliada do CICS.NOVA, Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais da UNL. No âmbito da sua investigação tem vindo a construir uma revisão crítica das políticas alimentares urbanas internacionais. A nível nacional tem colaborado com governos locais e organizações sem fins lucrativos. As suas publicações podem ser consultadas no site researchgate.
É cofundadora da plataforma Alimentar Cidades Sustentáveis criada em 2018. Em 2020 coordenou o Ebook – Alimentar Boas Práticas: da produção ao consumo sustentável 2020, que reúne 46 iniciativas que ilustram a diversidade da cadeia alimentar em Portugal.

Jorge Cristino

Atualmente exerce funções como gestor público no setor empresarial do estado, na área do ambiente, tendo sido anteriormente Chefe do Gabinete do Secretário de Estado do Ambiente, no XXI Governo Constitucional. Exerceu ainda funções ao nível autárquico, como adjunto da vereação, ao longo de quase 10 anos, com os pelouros Ambiente, Serviços Urbanos, Mobilidade, Proteção Civil Municipal, Urbanismo e Relações Internacionais. Foi Presidente fundador do Laboratório da Paisagem, em Guimarães e vogal do Conselho de Administração do CVR – Centro de Valorização de Resíduos e da empresa Vitrus Ambiente EM, SA.

Especializado em Cooperação para o Desenvolvimento e em Estudos Europeus, encontra-se a terminar o Mestrado em Relações Internacionais com a dissertação “O papel das cidades na Governança Global: o desenvolvimento sustentável no quadro das alterações climáticas”.

Carla Silva

Licenciada em Biologia aplicada aos Recursos Animais e em Ensino de Biologia e Geologia, ambas na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, e com pós-graduação em Gestão e Conservação da Natureza, da Universidade dos Açores.

Atualmente exerce funções de Técnica Superior na Direção de Serviços da Conservação da Natureza e Sensibilização Ambiental, da Direção Regional do Ambiente e Alterações Climáticas, Governo Regional dos Açores, onde coordena alguns projetos de educação ambiental e de conservação da natureza e acompanha a gestão nos Açores das áreas protegidas, áreas da Rede Natura 2000, sítios Ramsar, Reservas da Biosfera, Património Mundial da Humanidade e Geoparque Mundial da UNESCO.

É representante da DRAAC-Açores na comissão nacional dos programas da ABAE Eco-Escolas, Jovens Repórteres para o Ambiente e ECOXXI.

Mário J. Alves

Engenheiro Civil pelo Instituto Superior Técnico, especialista em transportes e mobilidade com o grau de mestre pelo Imperial College London. Trabalhou no Centro de Sistemas Urbanos e Regionais da Universidade Técnica de Lisboa e no Centre for Transport Studies of the University of London como Investigador Associado. Os seus temas de investigação versaram a Modelação e Análise de Cadeias de Actividades, experiências em  Preferência Declarada e métodos de inquérito para diários de viagem. Como consultor de transportes foi Coordenador Operacional do Plano de Mobilidade de Almada e vários projectos de mobilidade: foi coordenador do Plano de Mobilidade para o centro de Alcochete e Programa de Mobilidade e Transportes dos concelhos de Abrantes e Loulé. Foi consultor de projetos de ciclovias, espaço público e mobilidade ativa. Trabalha regularmente com projectos de acalmia de tráfego e segurança rodoviária assim como políticas e estratégias nacionais e regionais de promoção da mobilidade ativa. Trabalhou em vários projectos europeus, nomeadamente LifeCycle (“Promotion of healthy mobility behaviour throughout the entire life time using a lifelong approach on cycling”) e Active Access (“Promoting walking and cycling”) e foi membro do painel de especialistas da Direcção-Geral de Energia e Transportes da Comissão Europeia.

Em 2008 foi convidado pela Ecole Polytechnique Federale de Lausanne, para colaborar com um corpo permanente de consultores conselheiros das autoridades Suíças sobre Ordenamento do Território e Mobilidade (Spacewatch). Fez parte do Comité Internacional de Programação da conferência Walk21 em Toronto e foi Coordenador Nacional do Projecto COST: Pedestrian Quality Needs. Em 2010 publicou como coeditor o livro “The Walker and the City”. Foi consultor do Plano Nacional de Promoção da Bicicleta e outros Modos Suaves em Portugal (CiclAndo). É júri do indicador de mobilidade ECOXXI que visa a identificação e o reconhecer as boas práticas de sustentabilidade e segurança rodoviária desenvolvidas ao nível dos municípios portugueses. É Presidente da Associação Estrada Viva – Liga de Associações pela Cidadania Rodoviária, Mobilidade Segura e Sustentável e membro da direcção da MUBi (Associação pela Mobilidade em Bicicleta). É Secretário-Geral da Federação Internacional de Peões e escreveu artigos e fez numerosas comunicações e seminários em vários países europeus sobre diversas temáticas relacionadas com transportes, mobilidade sustentável e segurança rodoviária. 

Na última década trabalhou em numerosos projectos com a comunidade escolar para a promoção de mobilidade sustentável (nomeadamente deslocações a pé e de bicicleta) e apoiados pelo Programa Gulbenkian Ambiente da Fundação Calouste Gulbenkian: A pé para a Escola” – Gestão da Mobilidade em Comunidades Escolares” (Walk to School Portugal), “Deslocações para a Escola na cidade de Castelo Branco. Por uma Mobilidade mais Sustentável.”, “Mobilidade Sustentável e Segurança Rodoviária: um projecto de educação para as novas gerações”. Participou também activamente no projecto BIP/ZIP: “Ruas do Bairro, Amigas da Criança” onde organizou pedibus em escolas de Lisboa. É coordenador científico em Portugal do projecto Serpente Papa-Léguas – jogo da mobilidade. Co-organizou e lecionou no projecto ”Queremos ir para a escola em segurança!” – Participação da comunidade escolar na melhoria do ambiente rodoviário, da ACA-M e apoiado pela Missão Sorriso. É formador na Oficina de formação Educação Rodoviária na Educação Pré-Escolar e no Ensino Básico: um contributo para a implementação do Referencial de Educação Rodoviária, organizado pela Direcção Geral da Educação, para as componentes de Mobilidade Sustentável, Segurança Rodoviária e Parcerias Institucionais.

Teresa Larsson

Habilitações Literárias

Licenciatura em Relações Internacionais
Pós Graduação em Ecoturismo

Profissão

Técnica Superior no Turismo de Portugal, I. P.

Principais Projetos atualmente em acompanhamento no Departamento de Dinamização da Oferta e dos Recursos | Direção de Valorização da Oferta:

  • Acompanhamento processo de Consulta Pública do Plano Turismo +Sustentável 20-23
  • Acompanhamento de diversos projetos/ ações do Plano Turismo +Sustentável 20-23 
  • Revisão e adaptação para Português do toolkit da Travel Without Plastic: Vamos Reduzir os Plásticos de Uso Único
  • Participação no GT Plásticos de Uso Único no Pacto Português para os Plásticos
  • Membro WG 13 “Turismo Sustentável” ISO/TC 228 e Membro WG 7 “Turismo de Aventura” ISO/TC 228
  • Membro Júri Nacional Programa ECOXXI, Bandeira Azul e Green key da ABAE
  • Pesquisa sobre Boas Práticas e Casos de Sucesso em Turismo Sustentável e publicação no website institucional
  • Elaboração de diversos contributos e pareceres sobre sustentabilidade