Pacto Português para os Plásticos: Conheça o primeiro relatório de progresso

Aquando da adesão ao Pacto Português para os Plásticos (PPP), iniciativa liderada pela Associação Smart Waste Portugal, os seus membros comprometem-se a desenvolver esforços, individuais e coletivos, no sentido de atingir as cinco metas ambiciosas, até 2025, sendo elas: Eliminar os plásticos de uso único problemáticos e/ou desnecessários; 100% das embalagens de plástico são reutilizáveis, recicláveis ou compostáveis; 70% taxa de reciclagem de embalagens de plásticos; 30% de incorporação de plástico reciclado, em média, nas novas embalagens de plásticos; e Educar e sensibilizar o consumidor para o uso sustentável e circular dos plásticos.

A concretização de tais metas permitirá aproximar a iniciativa da sua visão: “a criação de uma verdadeira economia circular para os plásticos, onde estes nunca se convertem em resíduos ou poluição”. Foi precisamente com base nestes desígnios que o PPP apresentou recentemente o Primeiro Relatório de Progresso da iniciativa.

Traduzindo as metas do PPP para o dia-a-dia enquanto consumidores, Pedro São Simão, coordenador do PPP, partilha algumas das medidas que podem ser já aplicadas para garantir um uso sustentável dos plásticos, como por exemplo, “evitar os descartáveis, como copos de café ou palhinhas, sejam de plástico ou de outro qualquer material”, “procurar soluções reutilizáveis, como garrafões com sistema de reenchimento ou produtos com recargas (concentrados)”, “ler os rótulos das embalagens,- e procurar selecionar aquelas que indicam ser 100% recicláveis e, preferencialmente, feitas com plástico reciclado”, ou “separar todas as embalagens de plástico no ecoponto amarelo”. Estas “simples ações, tomadas agora, se tomadas por todos nós”, terão um impacto fundamental para reduzir a poluição de plásticos: “E para elas serem possíveis, é essencial que a cadeia de valor ofereça aos consumidores estas soluções, sendo esse é o compromisso de todos os membros do Pacto Português para os Plásticos”, precisa.

Saiba mais aqui

X