Poiares cria novo fundo de emergência de 100 mil euros para apoiar empresas

O Executivo de Vila Nova de Poiares aprovou a segunda edição do Fundo Municipal de Emergência – Apoio ao setor empresarial, uma medida extraordinária de apoio às empresas e empresários que se viram impedidos ou limitados na sua atividade negocial nos primeiros meses de 2021, durante o período de confinamento, devido às restrições determinadas pelo Estado de Emergência. Trata-se de uma medida destinada às empresas, trabalhadores independentes e empresários em nome individual que tiveram perda de rendimentos durante período de confinamento.

De acordo com o Presidente da Autarquia, João Miguel Henriques, «esta nova edição do Fundo Municipal de Emergência é substancialmente diferente do primeiro, tendo sido auscultado o próprio tecido empresarial e adequado as medidas para que possam ser ajustadas às suas necessidades e, assim, alargar o leque de empresas abrangidas».

Explicou que a Câmara Municipal vai destinar 100 mil euros do seu orçamento para prestar um apoio às micro e pequenas empresas, cujas atividades económicas estejam relacionadas com os setores mais diretamente afetados pelas medidas excecionais de prevenção e mitigação da crise sanitária, sobretudos os que se viram forçados ao encerramento ou suspensão da atividade, em virtude da declaração do estado de emergência e do estado de calamidade decretado pelo Governo, no âmbito da pandemia (COVID-19)».

O mesmo responsável sublinhou que, «atendendo ao horizonte longínquo para a adoção de medidas de desconfinamento total, há que tomar medidas complementares para que as empresas possam voltar a abrir e retomar gradualmente as suas atividades», acrescentando que este fundo de emergência pode representar um importante apoio a curto prazo na liquidez destes negócios mais afetados, ao mesmo tempo que protege empregos, previne o encerramento de estabelecimentos e promove a recuperação económica».

Importa sublinhar que apenas se podem candidatar empresas que tenham volume de negócios, à data de 31 de dezembro de 2020 igual ou inferior a 150.000,00€, sendo que os(as) empresários(as) em nome individual e/ou trabalhadores(as) independentes não poderão acumular o apoio previsto no presente artigo com outros apoios a conceder pelo Município, nomeadamente no âmbito da vertente famílias.

Os interessados podem consultar as condições em que podem aceder a este fundo de emergência no site do município, em http://cm-vilanovadepoiares.pt/municipes/regulamentos, onde se disponibiliza também o formulário que deve ser preenchido para efeitos de candidatura.

Leia a notícia completa aqui

X