Rede de Museus de Famalicão debate desenvolvimento sustentável

«Juntos fazemos museu. Caminhar para o desenvolvimento sustentável» é o tema do V Encontro da Rede de Museus de Vila Nova de Famalicão que inclui, no dia 29 de novembro, um debate aberto ao público no Museu da Guerra Colonial, em Ribeirão, tal como um workshop no Museu do Automóvel, na mesma freguesia, e, no dia 30, uma visita técnica ao Museu Nacional dos Coches, em Lisboa, destinada às equipas dos museus famalicenses.

O debate do primeiro dia do Encontro visa explorar o pilar económico, ambiental e social do desenvolvimento sustentável e apresentar a cultura como o quarto pilar. Irá funcionar em formato híbrido, presencial e através da plataforma Zoom, ambos com vagas limitadas e inscrição obrigatória através deste link.

Prevê-se uma reflexão sobre o desenvolvimento sustentável que abranja o panorama internacional, sendo que estarão presentes oradores como Mário Jorge Machado, da Associação Têxtil e Vestuário de Portugal; Sara Moreno Pires, da Universidade de Aveiro; Fernanda Morais e Fernando Maia, do Museu da Energia de Salesópolis (Brasil); e Manuel Gama, do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho. Juntos irão despoletar a reflexão e partilhar projetos de investigação e boas-práticas realizadas em Portugal e no Brasil.

Refira-se que o Encontro da Rede de Museus pretende trabalhar o papel destes enquanto agentes transformadores no e do território, a partir de boas práticas que contribuam para o respetivo desenvolvimento sustentável. O tema abordado vem no seguimento do compromisso assumido pelo Município de Vila Nova de Famalicão, no relatório de Sustentabilidade e Responsabilidade Social, no qual apresentou a intenção de criar ligações entre a atividade municipal e as metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Leia a notícia completa aqui

X